Coração

Amor é… (#5)

“Todas as manhãs a minha avó colhia flores de jasmim que punha no soutien para cheirar bem. Quando ela se despia, caíam flores do seu peito. Era mágico.
– Avó, como fazes para ter os seios tão redondos na tua idade?
– Meto-os todos os dias dez minutos numa taça de água gelada.”

Persepolis, Marjane Satrapi

Standard
Coração

Amor é… (#3)

“Quando as pessoas dizem, ‘É uma mulher com bom aspecto’, geralmente querem dizer que ‘Dantes era uma mulher com bom aspecto’. Mas quando digo isso sobre Margaret, digo a sério. Ela acha – ela sabe – que mudou, e mudou; embora menos para mim do que para todos os outros. (…) Ela só vê o que desapareceu, eu vejo o que ficou igual. O cabelo já não lhe dá pelo meio das costas nem é apanhado em banana; hoje em dia usa-o curto, junto ao crânio, e o grisalho fica à mostra. As saias à camponesa que costumava usar deram lugar a casacos de malha e a calças de bom corte. Algumas das sardas que eu amei são agora manchas acastanhadas. Mas é para os olhos que continuamos a olhar, não é? Foi lá que encontrámos a outra pessoa e ainda a encontramos. Os mesmos olhos que estavam na mesma cabeça quando nos conhecemos, dormimos juntos, casámos, partimos em lua de mel, contraímos em comum uma hipoteca, fizemos compras, cozinhámos e fomos de férias, nos amámos e tivemos um filho. E eram os mesmos quando nos separámos.”

O Sentido do Fim, Julian Barnes (Quetzal)

Standard
Coração

Amor é… (#2)

“– I don’t know if she is my soul mate. I don’t even know what a soul mate is, do you?
 The person who makes you be the most you that you could possibly be. Maybe your soul mate is the person who forces your soul to grow the most. Not all growth feels good.”

Sete Palmos de Terra (season 2, ep.7)

Standard